Vida

O final mente

Então, chegamos aqui de novo.

Cansados, com a mente em frangalhos, se arrastando talvez, mas chegamos. Eu e você. Todos nós. Sobreviventes de mais um ciclo que se fecha. Não digo isso depressivamente, não. Não me entenda mal. Digo isso no sentido de que, mesmo em meio as lutas diárias, vencemos. E todo vencedor, ainda que esteja dolorido, machucado ou fatigado, ultrapassa a linha de chegada com um sorriso no rosto e a sensação de deleite no coração.

Pelo menos é assim que me sinto agora.

Sentada nesse piso frio, com os dedos pensando mais rápido do que minha própria mente, escrevo o final de mais um ano. Mas o final mente. Porque nunca é realmente o fim, é apenas tempo de se reinventar. Finalmente.

Após 12 meses, 52 semanas, 365 dias, 8,760 horas, 525,600 minutos e 31,536,000 segundos é somente agora que nos damos a chance de parar e pensar o que estamos fazendo, para onde estamos indo, porque estamos aqui e quando chegaremos, de fato,  no nosso destino.

Finalmente.

É mais um ano que se vai comigo olhando para a parede branca a minha frente, para o documento em branco que se preenche por palavras, para dentro de mim mesma onde há um espaço em branco para o próximo ano. Mas antes disso, ah, antes disso preciso rever os escritos do passado.

2018 me atropelou. Passou por cima de mim sem dó nem piedade. Deu tudo certo sim, mas primeiro teve que dar tudo errado. Não poderia haver outra palavra para definir meu ano senão FADIGA. Perdi as contas de quantas vezes repeti a frase “Estou cansada” esse ano. Perdi as contas de quantas horas de sono perdi. Perdi as contas de quantos livros carreguei, de quantas escadas eu subi, de quantos emails digitei, de quanto nervoso eu passei.

E eu chorei. E se chorei. De tristeza, de saudade, de raiva, de nada.

E me descabelei sem ninguém nunca perceber.

Tudo esteve fora de controle, mas eu me controlei.

Sonhei e realizei, mesmo com todas as chances me dizendo o contrário. Porque eu cri no impossível todos os dias como Ele me ensinou. Porque eu confiei incondicionalmente. Porque eu entreguei tudo nas mãos dEle e por isso mesmo Ele não me deixou na mão. Porque eu dei tudo, Deus me supriu.

Esse ano foi marcado de sacrifício, de suor e lágrimas, mas também de leveza, de tranquilidade e risos.

Cada amizade que nasceu e cada amizade que se enraizou ainda mais no meu coração me trouxeram a calmaria que eu precisava nos momentos de tempestade.

Ano de realizações, de muitos cafés a cada brecha que a correria dava, de planos, de livros, de súplicas sussurradas madrugada a dentro, de clamores gritados dia a fora, de nostalgia a cada esquina, de saudade do que ainda virá.

Ano de gratidão.

Pela correria, pelas oportunidades, pelos conhecimentos, pelas inúmeras gargalhadas, pelas histórias, pelas coisas que eu não me imaginava capaz, pelos amigos (poucos, mas necessários a sobrevivência), pela compreensão, pela reestruturação, pelos reconhecimentos, pela família, pelo mar, pelo céu azul ou cinzento, pelas palavras, pelos sonhos, pela esperança.

Pela vida.

Que 2018 bizarro. Voou e deixou um borrão de lembranças. Trazendo consigo também um dígito diferente para minha idade. Um dígito que comprova para mim, mais do que qualquer situação poderia provar, de que eu não sou mais a criança que eu não queria deixar ir embora, mas que precisa. Talvez, muito provavelmente, não ir embora de vez, mas no mínimo se esconder num cantinho do meu coração e ser vista somente por quem eu mais tenho apreço, por quem não irá me julgar por eu a guardar comigo, por quem irá compreende-la e ama-la.

Chegamos ao final, mas o final mente.

Enquanto há vida, só há começos.

Feliz 2019!

Advertisements

One thought on “O final mente

  1. Ameii 💕💕💕😍
    E que 2018! 😰😅😂 como chegamos até aqui? Não sei hahaha parece que foi ontem a virada de 2017 😱 e ao mesmo tempo foram tantosss acontecimentos (haja coração rsrs) 😱😅🙏🙌

    Que venha 2019!! Recheado de surpresas e grandes emoções 😀😌😁 afinal, viver plenamente é viver a vida da melhor forma possível em sua totalidade 😊🙌🙏

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s