Filmes

#QueFilmeFoiEsse: Um plano imperfeito

“Quem é vivo sempre aparece!” O ditado é verídico, vital, quase palpável. Os sumidos aparecerão e herdarão a Terra! Ok, ok, vocês já entenderam.

Enfim, estamos de volta! E nada melhor do que uma bela resenha depois de um longo período de hibernação.

Mais uma vez nossa queridíssima Netflix nos presenteou com uma história sensacional. Não, esse não é o filme do ano. Não, essa não é a mais complexa e elaborada trama que você verá. E não, esse longa não tem nada assim de tão extraordinário e ainda assim (entendedores entenderão) valeu a pena ter assistido.

Essa é mais uma história clichê sobre um garoto e uma garota que se conhecem em circunstâncias nada convencionais e acabam ficando juntos. E quer saber de uma coisa? Você pode negar o quanto quiser, mas o clichê é necessário e apreciado por todos. Por esse motivo eu indico “Um plano imperfeito”.

Se você quer relaxar, dar altas gargalhadas, chorar, sorrir igual bobo apaixonado, se inspirar e repensar a vida, então esse filme é para você!

Charlie e Harper são dois assistentes atarefados, ambos são empregados de chefes surtados e precisam de paz. Quando se encontram em mais uma madrugada de trabalho sem fim, mal podiam imaginar que teriam na mão o “plano perfeito” para solucionar seus problemas.

Os dois concordam em armar para que seus chefes fiquem juntos e assim deem descanso para seus assistentes. Cyrano neles! (Entendedores)

No entanto, quem planeja junto, realiza junto. A convivência de personalidades tão diferentes acaba aproximando mesmo o mais oposto dos seres.

“Você gosta de alguém por causa de suas qualidades, mas você ama alguém apesar dos seus defeitos.”

Esse filme é um amorzinho. E me mostrou três coisas que eu precisava muito enxergar naquele momento:

1. Nunca é tarde para recomeçar, se reinventar e fazer acontecer! A vida só vale a pena quando fazemos aquilo que amamos.

2. As melhores coisas, não são coisas. São, na verdade, pequenos momentos com pequenas pessoas de grande coração. Divirta-se com pouco, mas intensamente. Até uma pizza de 5 dólares pode tornar-se um evento memorável.

3. O amor vem. Não importa a demora, a distância ou a circunstância. Não há como ser planejado, cabe a você esperar com paciência. Ele pode vir de mansinho, disfarçado como quem não quer nada, mas sempre chega na hora certa e transforma seu coração num sorriso.

4. A pessoa que você é hoje é a pessoa que você gostaria de se tornar ontem?

5. Como disse uma amiga minha “não perca a vida tentando ganhá-la”. Do que adianta tanto esforço para ter uma vida boa se você não está de fato vivendo?

Ops, foram mais que três coisas. Para vocês verem como o negócio é bom!

“Essa é a melhor refeição que eu já tive em toda minha vida!”

Concluindo, assista esse filme e fique com um sorriso bobo estampado no rosto pelas próximas quatro horas como eu fiquei.

See you!

Ps. Prometo mais resenhas e mais posts sempre que possível (e impossível).

Advertisements

One thought on “#QueFilmeFoiEsse: Um plano imperfeito

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s