História

Resenha: No fim do mundo

Mais um nacional de qualidade para você leitor de paladar literário exigente. Esse é o primeiro livro do qual tenho o privilégio de conhecer o autor pessoalmente e sinto que isso chega a deixar a responsabilidade da resenha ainda maior.

Conheci Felipe Gulyas no Lançamento da Antologia Amor Sem Limites e ele com seu jeito simples, mas envolvente acabou me cativando com sua obra e fui dissuadida, acabei comprando o livro rsrs.

Certamente não me arrependo, pois fui recebida de braços abertos por uma história totalmente fora do comum em todos os sentidos. O gênero de fantasia sempre me empolga e me fascina, porque nos transcende para outro mundo.

Ou nesse caso para o fim do mundo.

Colin morreu. Ele descobre isso da pior maneira possível, afogando-se num mar infinito e sendo encarado por um velho estranho numa pequena ilhota.

“Eu, morto? Que idiotice! A piada mais sem graça que já ouvi.”

Colin tinha suas crenças e ideias quando estava vivo, mas nunca imaginou que o fim do mundo fosse aquela imensidão de mar.

A história narra toda a trajetória do garoto até o, bem, fim do fim do mundo se é que vocês me entendem. Alternando imagens do seu passado e a tribulação com sua atual “vida” (ou falta dela). É interessante notar alguns pontos da narrativa em que Colin reflete sobre o que fez ou deixou de fazer, delirando sobre céu e inferno enquanto está à deriva, aparentemente navegando para lugar nenhum.

A leitura é fluida e engraçada em alguns momentos, em outros séria e até um pouco tensa. O final me deixou feliz, pois me fez lembrar de uma cena de “As crônicas de Nárnia” que gosto muito.

Cada um tem sua ideia ou até mesmo idealização do que vem depois do fim e foi interessante acompanhar o pensamento de Felipe Gulyas em seu trajeto de encontro a reta final por meio de Colin.

“Talvez pensasse que nunca teria que me preocupar com a morte. Quem é que pensava em morrer?”

É uma ótima reflexão sobre as escolhas que tomamos em vida e que podem refletir depois de nossa morte.

Ah e outra coisa muito legal e um grande diferencial é que a história tem sua própria playlist! Cada capítulo começa com a letra de uma música, achei a ideia genial porque a canção se encaixa exatamente com o momento da trama.

Vale a pena conferir! O livro é da Editora Rouxinol 😀

 

Ps. Tem mais novidades literárias vindo por aí! Fiquem ligados no blog e nas minhas redes sociais 😉

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s