História

Aprenda a surpreender com meu amigo… o sapo!

“Começou as loucuras, começou!”

De fato, minhas ideias são um tanto quanto originais, mas prometo a vocês que valem a pena! rsrsrs

Como alguns sabem, viajei final do ano e nessas idas e vindas sempre tenho uma boa história para contar depois. E que histórias! Essa viagem foi daquelas cheia de aprendizado. Muito estresse que depois veio a ser motivo de riso, como a maioria das experiências que temos na vida.

Pois bem, a viagem dessa vez foi mais divertida e, ao mesmo tempo, mais desgastante porque a família foi em peso. Meu pai, minha mãe, irmão, cunhada e sobrinhos. Sobrinhos esses que não estavam nada acostumados com a vida peculiar de quem mora na roça.

Meus avós maternos moram no meio do mato. Simples assim. Bem-vindo a caatinga! Eu, embora com ressalvas, já estou acostumada com o ambiente um pouco hostil, mas meus sobrinhos não muito. Principalmente meu caro sobrinho mais velho de 13 anos (não se envergonhe Guilherme, tem sempre um medroso nas melhores famílias!) que tinha pânico de 98% das coisas que encontrava por lá. Fosse o escuro, a comida, as estradas e, o mais importantes, os bichos.

Os sapos ocupando o topo do horror para ele.

Meu sobrinho pode ser bem irritante quando quer e, certa noite, ele estava querendo. Eu já estava bufando fogo pelas ventas, quando vi meus próprios pais em sua irritação particular. Em frente a casa, havia um poste de luz onde vários sapos ficavam a espera de que um bichinho de luz caísse e eles pudesse ter uma janta prazerosa. Meu pai (que também tem medo de sapo) estava irritando minha mãe que, num instante, fingiu pegar o bicho para jogar nele.

Achei engraçado e meu sobrinho começou a me desafiar, dizendo que jamais eu teria coragem de pegar um sapo na mão.

E de fato eu não tinha, mas…

Fui chegando cada vez mais perto do local onde os queridos sapos estavam reunidos, com meu sobrinho e meu pai logo atrás de mim, duvidando da minha capacidade, rindo da minha falsa coragem.

Eu abaixei e eles não puderam acreditar quando levantei com um sapo na mão correndo em direção a eles!

A expressão aterradora no rosto deles foi impagável!

E eu não só peguei o sapo como corri atrás dos meus queridos parentes medrosos por um bom tempo com o mesmo na mão para depois jogá-lo em cima de um deles.

Foi uma inebriante sensação de vitória.

Sentir a pele grotesca daquele sapo cururu em minha mão, perceber ele inchando a ponto de explodir, vê-lo tão de perto com seus olhos esbugalhados e memorizar cada poro de seu gordo corpinho gosmento não foi nada agradável, mas valeu a pena ver a surpresa nos olhos daqueles que duvidaram.

Certamente, você deve estar achando essa história nojenta, e deveria, porque realmente foi nojento. No entanto, sempre há uma lição a ser aprendida mesmo das situações mais bizarras e aqui vai a moral do dia:

Pessoas irão duvidar de você, elas irão te fazer desacreditar de si mesmo, rirão da sua cara, tirarão sarro dos seus objetivos e encherão você de medo. Não haverá palavras de coragem que poderão fazê-las pensar o contrário a seu respeito, apenas atitudes.

Para esse ano de 2018 e para o resto de sua vida surpreenda!

Surpreenda na sua casa, nos seus estudos, no seu trabalho, nos seus relacionamentos, na sua igreja. Dê o seu melhor, o que nunca ninguém acreditou que você pudesse dar. Mesmo que seja absurdo demais, não perca a coragem.

Mesmo que seja assustador, medonho ou impossível para alguns. Faça ser possível para você! Se ninguém acredita que você é corajoso o suficiente tenha a ousadia de mostrar o contrário. Mas faça valer o esforço por mais doloroso que seja.

Surpreender nem sempre irá ser uma coisa agradável. Você precisará mudar, se empenhar, ser drástico de certa forma, mas tenha coragem, vá em frente e pegue seu sapo de uma vez por todas para erguê-lo como um troféu e, se preciso for, jogar na cara daqueles que um dia duvidaram.

Sapo não vira príncipe, mas vira oportunidade.

 

Ps. Aos interessados, o local de lançamento da Antologia da qual faço parte mudou. Agora será na Laundry Deluxe localizada na Rua da Consolação nº 2937. Conto com a presença de vocês! 😀

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s