História

21 Detalhes – #19 V de Vingador

Toda minha infância passei assistindo os desenhos da DC, mas já quase adulta descobri as beldades da Marvel Comics e, preciso dizer, me apaixonei. Nada contra o Batman, Superman e Mulher Maravilha, só prefiro o Capitão América, o Homem Aranha e a Viúva negra. Por que, afinal, prioridades.

Mas enfim, não foi exatamente sobre isso que vim falar aqui hoje, embora eu vá utilizar os vingadores como exemplo para algo que quero externar para vocês.

Para os perdidos de plantão, Os Vingadores são um grupo de super-heróis que se unem sempre que surge no planeta algum tipo de ameaça. E então, lá vão eles salvar o mundo, brigar com os inimigos e se vingar dos vilões tudo em nome da justiça, com o único intuito de se fazer o bem.

Mas será mesmo?

Se você já viu algum dos filmes dos vingadores, deve ter percebido que sempre quando eles vão vingar o planeta e trazer de volta a paz, primeiro eles causam o caos (questão que é abordada em Capitão América: A Guerra Civil, que não tem nada a ver com o fio da meada, mas quis comentar mesmo assim, porque bem, sou fã). Parece então, muito contraditório a ideia de vingança, mesmo que pareça necessário para o próprio bem da população, são eles que sofrem as consequência. Se veem livres da ameaça, mas agora com a cidade completamente destruída.

Fazendo aqui um adendo com tal questão, venho falar sobre minha sobrinha. Ela tem 3 anos e em minha última visita, a mocinha ficou muito brava por eu não ter dado algo que ela queria, mas que não poderia ter no momento, então a mesma saiu chorando e foi para o quarto gritando “Ah, Quequel!”. Isso aconteceu mais de uma vez no mesmo dia. Porém, passado alguns minutos, ela já estava brincando comigo novamente.

Imagine, porém, se ela ficasse magoada e colocasse uma corda pra eu tropeçar no meio da escada e quebrar uma perna, só de vingança. Parece algo impensável, não é mesmo? E por que? Porque ela é uma criança e criaturinhas como essas não sabem nem dizer a palavra vingança, quanto mais praticá-la.

Por isso há um ditado que nos diz para sermos como criança. Porque elas não guardam rancor e nem se vingam de quem as fez mal. Pena que os adultos não pensam assim.

Os adultos, como os vingadores, acreditam que precisam se vingar e com isso acabam provocando o caos. Caos esse que atrapalha suas próprias vidas. Enquanto você quer arruinar outra pessoa, não percebe que está destruindo sua própria vida. Você está tão preocupado em empurrar alguém para o buraco que não consegue enxergar que você mesmo está a um passo de cair nele.

Já cometi esse erro, provoquei o caos, me livrei daquilo que me afligia e acabei destruída e num buraco que pensei ter feito para o inimigo, mas que engoliu a mim mesma. E para sair dele não foi fácil.

Ser pacífico, manso e cego para aquilo que fazem de mal para você não te torna uma pessoa boba e covarde, pelo contrário. Sendo assim você mostra ser alguém de coragem e sabedoria, mesmo que o mundo todo diga que não.

Pra que ser um vingador quando você pode muito bem tornar-se um pacificador?

Pense nisso.

😉

Advertisements

One thought on “21 Detalhes – #19 V de Vingador

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s