História

Até o último homem – Resenha

cymera_20170219_025503

Sobre este filme: as palavras me vem à boca e somem. Mas preciso falar dele enquanto meu sangue ainda ferve e meu coração ainda pulsa acelerado no ritmo das cenas.

Até o último homem é um filme que fala de coragem e confiança. Coragem de enfrentar a morte pra salvar uma vida. Confiança de que um Ser invisível daria a força para tal.

Desmond Doss era uma criança violenta até quase matar o irmão numa lutinha inocente. Ao se tornar adulto, o rapaz tem o desejo de ser médico para salvar vidas, porém seu sonho é frustrado por falta de oportunidade para estudar.

No entanto, neste cenário se desenrola a Segunda Guerra Mundial. Desmond decide que não é certo ficar de fora enquanto homens lutam por sua vida e se alista para servir no exército, mesmo sem o consentimento do pai que lutou na Grande Guerra e nunca mais se recompôs após presenciar tantas mortes.

Desmond Doss é cristão, pretende servir como médico no campo de batalha e se recusa a tocar numa arma sequer. Isso acaba trazendo-lhe grandes problemas dentro de sua unidade. Diversos soldados e autoridades zombam dele por sua crença. Tentam fazê-lo mudar seus princípios, mas ele não cede. Sua fé o impede de matar, não importa se é uma guerra, seu maior desejo é salvar vidas e não tirá-las.

Uma história real que nos faz refletir e analisar a nós mesmos. Chamado por muitos diversas vezes de covarde, o soldado Doss é subestimado por todos, mas é graças ao seu empenho, coragem e fé que consegue salvar muito mais vidas do que qualquer homem em campo de batalha conseguiu.

Uma das cenas mais marcantes para mim é quando o soldado Doss pergunta para Deus, após um massacre, em campo de batalha, o que Ele quer de um homem como ele e lamenta não conseguir mais ouvir Sua voz. No mesmo instante Desmond escuta gritos pedindo socorro e mesmo sozinho vai ao encontro dos feridos.

“Senhor, me ajude a trazer mais um.”

Quando a maioria dos soldados iam para batalha com o intuito de matar e sobreviver, sua certeza inabalável, sua coragem, sua bondade sublime o levou a fazer o que nenhum outro homem pôde: salvar inúmeras vidas sem uma única arma sequer.

Enquanto todos os homens de sua unidade o desprezavam e não contavam com ele no campo de batalha por não verem nele capacidades físicas, o soldado Doss se preparava para combate fortalecendo seu espírito.

Em meio a gemidos de dor, sangue e gritos de socorro havia um homem que era a luz na escuridão e ele não portava armas, ele não era capaz, mas este homem não via a si mesmo como um inválido, sua arma era a Palavra de Deus.

Papo furado? Assista o trailer e comprove por si mesmo 😉

Este filme me impactou de tal forma que mal posso explicar. O que posso dizer é: jamais deixe alguém abalar quem você é. Acredite em si mesmo, priorize suas crenças, não tenha medo. Não desista até levar o último homem à salvação. Não desista até realizar o último sonho.

Não se importe apenas com seu próprio umbigo. Olhe ao redor, olhe para o seu próximo.

Tenha coragem de abandonar seu egoísmo.

Advertisements

5 thoughts on “Até o último homem – Resenha

  1. Poxa, que filme bom e que resenha sensacional!!! Certamente, esse será meu próximo filme da minha lista. Excelente comentário e avaliação!

    Like

  2. “Em meio a gemidos de dor, sangue e gritos de socorro havia um homem que era a luz na escuridão e ele não portava armas, ele não era capaz, mas este homem não via a si mesmo como um inválido, sua arma era a Palavra de Deus”.

    Aaaah esse filme…

    Assisti com uns amigos mais para sair de casa do que por interesse mesmo. Doss me arrancou muitas lágrimas 😥 um filme e tanto.

    Like

  3. Eu senti o mesmo que você, a história parecia inspiradora para mim. É um filme que nos ensina muito. Um diretor reconhecido consegue chegar ao êxito graças ao seu esforço, Mel Gibson tem feito excelentes trabalhos que se notam desde suas primeiras produções. Na minha opinião, foi um dos mehores filmes biograficos que foi lançado. O ritmo é bom e consegue nos prender desde o princípio O filme superou as minhas expectativas, o ritmo da historia nos captura a todo o momento. Além, acho que a sua participação neste filme realmente ajudou ao desenvolvimento da história.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s